A Importância da Segurança Energética na Hotelaria e Restauração

A segurança energética é um aspeto fundamental em qualquer ambiente, especialmente em estabelecimentos comerciais, como hotéis e restaurantes. Estes locais estão expostos a inúmeros fatores que podem comprometer a segurança de clientes e funcionários, bem como a continuidade das operações comerciais.

Neste artigo, exploramos a importância da segurança energética na hotelaria e restauração, discutindo os riscos envolvidos e as medidas que podem ser tomadas para garantir um ambiente seguro.

 

Instalações Elétricas – Riscos associados

Incêndios: Um dos riscos mais sérios associados à eletricidade é o incêndio. Condutores deteriorados, curtos-circuitos e sobrecargas podem causar incêndios devastadores em estabelecimentos comerciais. A utilização de fontes de calor intenso na hotelaria e restauração torna crucial a manutenção regular e a inspeção elétrica.

Choques elétricos: A instalação correta de tomadas e interruptores, com proteções adequadas é crucial para evitar choques elétricos. Os equipamentos devem ainda ser mantidos em bom estado de funcionamento.

Interrupções no fornecimento de energia: A falta de energia na hotelaria e restauração acarreta consequências graves, como a interrupção de operações e desconforto para os hóspedes. A instalação de sistemas de energia de reserva, como geradores, é uma medida preventiva importante para manter a continuidade das operações em caso de falhas no fornecimento de energia.

 

Instalações de Gás – Riscos associados

Fugas de Gás: Das maiores preocupações nos estabelecimentos comerciais que usam gás combustível. Estas fugas podem ocorrer em tubagens, conexões ou até mesmo em aparelhos devido a utilização excisava. O gás é altamente inflamável e pode levar a explosões e incêndios se não for detetado e tratado a tempo.

Envenenamento por Monóxido de Carbono (CO): Hotéis e restaurantes frequentemente possuem caldeiras e esquentadores para aquecimento central e aquecimento de água quente sanitária, fornos e fogões a gás, que geram monóxido de carbono como subproduto da combustão. O CO é um gás sem cor e sem odor, que é toxico por inalação acusando asfixia química. O CO pode acumular-se em espaços fechados, representando um risco sério para a saúde dos ocupantes.

Explosões: Em cozinhas comerciais, a utilização de gás é comum. Se houver um mau funcionamento no sistema de gás ou se os procedimentos de segurança não forem seguidos adequadamente, uma explosão pode ocorrer, causando danos materiais e risco à vida.

 

Medidas para Garantir a Segurança Energética

Manutenção e Inspeções regulares: Manter sistemas e equipamentos em bom estado e realizar inspeções, verificações técnicas, diagnósticos regulares às instalações elétricas é fundamental. Verificar condutores, tomadas, interruptores e equipamentos para identificar qualquer desgaste ou problemas potenciais é uma maneira eficaz de prevenir acidentes. Realizar inspeções regulares nas tubagens de gás, conexões e equipamentos é essencial para detetar fugas precocemente.

Ventilação adequada: Garantir que os locais onde o gás é usado tenham ventilação adequada é fundamental para evitar o acúmulo de CO e outros gases perigosos.

Formação e conscientização: Todos os funcionários devem ser treinados em procedimentos de segurança elétrica e de gás e conscientizados sobre os riscos inerentes à atividade. Saber identificar fugas de gás, desligar corretamente equipamentos em caso de emergência e agir de acordo com protocolos de segurança.

Planos de contingência: Ter um plano de contingência para casos de falta de energia é essencial. Isso pode incluir a disponibilidade de geradores para manter as operações críticas.

Conformidade com Normas de Segurança: Garantir que todos os sistemas e equipamentos estão em conformidade com as normas de segurança nacionais é uma obrigação legal e crucial para a segurança.

 

Priorizar a segurança energética é uma responsabilidade que todos os proprietários e gestores de hotéis e restaurantes devem assumir. Investir na segurança protege vidas e bens, bem como preserva a reputação do negócio e evita possíveis perdas financeiras e legais.

 

O IEP – Instituto Electrotécnico Português é parceiro da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) com o intuito de promover a segurança de edifícios, pessoas e bens no âmbito das atividades ligadas ao setor da restauração, alojamento e turismo.

Com esta parceria, todos os associados da AHRESP terão acesso a condições comerciais especiais nas áreas de atuação do IEP, nomeadamente, nas Inspeções Elétricas, Inspeções de Gás, Ensaios Laboratoriais, Certificação Energética e Auditorias.

Consulte-nos: info@iep.pt

 

Scroll to Top