Passaporte Digital de Produto

Passaporte Digital de Produto

A próxima “revolução” nas regras de colocação de produtos no mercado europeu: o Passaporte Digital de Produto. Os equipamentos eletrónicos e de tecnologias de informação e as baterias estão entre as primeiras categorias de produtos abrangidos. Sabia quais as entidades envolvidas na agregação de conhecimento e orientações práticas de promoção do Passaporte Digital de Produto.

 

Sobre o Passaporte Digital de Produto

Esta é uma solução digital desenvolvida para oferecer aos consumidores e empresas mais transparência e informações detalhadas sobre os aspetos ambientais e de sustentabilidade dos produtos no mercado da UE. O objetivo é promover a sustentabilidade dos produtos, criando condições favoráveis para a sua melhor reparação e reciclagem em todo o mercado da UE. Como o próprio nome indica, cada produto introduzido por uma empresa no mercado da UE deverá possuir um passaporte de informação exclusivo. O acesso a este passaporte será possível por meio de um suporte de dados vinculado a um identificador único do produto.

 

O Diretor-Executivo da GS1 Portugal, João de Castro Guimarães, recebeu na sede da GS1 Portugal a Comissão Técnica de Normalização constituída pelo Instituto Português da Qualidade – IPQ para dar resposta aos requisitos de implementação do Passaporte Digital de Produto.

Convidada pelo IPQ a integrar esta Comissão, a GS1 Portugal recebeu as demais associações que integram esta Comissão: AIMMAP – Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal, AIMMP – Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal, ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, ANIVEC/APIV- Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e de Confeção, APICCAPS Associação Portuguesa de Calçado ; APT – Associação Portuguesa de Tintas; ANIMEE – Associação de Energia e Eletrónica Consumo; APLOG – Associação Portuguesa de Logística; CATIM – Centro de Apoio Tecnológico à Indústria Metalomecânica, CENIT – Centro de Inteligência Têxtil, CTCP – Centro Tecnológico do Calçado de Portugal, CITEVE, FIOVDE – Federação das Indústrias de Óleos Vegetais, Derivados e Equiparados e IEP – Instituto Electrotécnico Português são os demais parceiros que integram esta Comissão, muitos dos quais participantes na reunião de hoje.

Passaporte Digital de Produto

Em conjunto iremos agregar conhecimento, recomendações e orientações práticas que promovam a adoção do Passaporte Digital de Produto com a máxima eficiência e mínima adversidade na comunidade empresarial.

Scroll to Top